reunião de trabalho

Sobre a CELUZ

Postura direcionada para o futuro!

Trabalhando no presente, tendo o futuro como meta.
 
Em 1980, o Sr. Ângelo Lucio de Abreu trabalhava na metalúrgica Centenário, onde foi chamado para uma futura sociedade.
Foi solicitado que desenvolvesse o setor de injeção de zamak que estava parado. Neste, eram feitos espelhos de tomadas e interruptores em zamak.
Sem conhecimento algum nesta área, aceitou o desafio. E como tudo na vida dele, desenvolveu e colocou em pleno funcionamento este setor. Apesar de tudo, a sociedade não ocorreu por divergências entre as partes.
Ficou desiludido após tanto empenho, foi quando um técnico de injeção que realizava a manutenção e se tornou amigo o aconselhou - “Ângelo, você é esforçado, compre uma injetora e preste serviço para terceiros, você é trabalhador vai se dar bem nesta área”. Após o conselho, Ângelo comprou sua primeira máquina e começou a injetar para terceiros. Na época, produzia uma peça que cobria o parafuso que iam nas rodas dos carros como enfeite.
Então um amigo, Sr. Ramon Gallizi, lhe disse: “Ângelo, tem um conhecido vendendo moldes de injeção de extensões elétricas, e acho que é uma boa oportunidade para você”. Este amigo levou o Sr. Ângelo na região do Canindé e da 25 de março.
Ângelo pesquisou e viu o preço que poderia vendar a peça, foi então às lojas e ofereceu o produto a vários lojistas. Voltou para casa entusiasmado e cheio de esperança, vendeu 500 peças em um único dia, sem mesmo ter comprado os moldes.
No dia seguinte, Ângelo os comprou e começou a produção. Na época a empresa produzia em média 300 peças por mês. Ângelo começou a trabalhar com toda a sua família. Com apenas duas injetoras produzia, montava e embalava as peças. Enfrentou dificuldades em fabricá-las sozinho. Chamou então para sociedade o seu cunhado Sr. Ilton Ribeiro dos Santos, que estava na época saindo de uma falência com uma empresa de Gesso.
Juntaram suas forças - Ângelo na produção e Ilton na administração - e fundaram a Big Line Ind. Com. de Plásticos em 1982. Ainda no final daquele ano, chegaram a produzir 1000 peças por mês. Foram crescendo e se firmando no mercado, e em 1983, precisando de uma área maior, fundaram a CELUZ IND. E COM. DE PLÁSTICOS, atingindo uma produção mensal de 5.000 peças.
Os anos foram passando e em 1990 adquiriram a empresa PLASTIMAR, que era fabricante de mangueiras de jardim. Como a empresa usava extrusoras, Ângelo viu a possibilidade de fabricar seu próprio fio. Incentivados por um amigo que era seu fornecedor de fios o Sr. Antônio (Toninho) um visionário lhe disse “Vá Ângelo, fabrique seu próprio fio e cabo, darei toda assessoria que precisar, dará certo”.
Depois disso, começaram a fabricar os próprios fios e cabos com ajuda de vários amigos que ensinaram todas as etapas complexas para fabricação de um fio de qualidade.
Em 1992 o Sr. Ilton teve um infarto fulminante e veio a falecer, foi quando Carlos Roberto (Beto), então estudante de administração e Cezar Tadeu (Biomédico), ambos filhos de Ângelo se juntaram ao pai e começaram a trabalhar juntos.
Em meados de 2002, Ângelo comprou a empresa da sociedade, e junto com seus filhos focaram no desenvolvimento da mesma.
Em 2004, obtiveram a sua primeira certificação de fios e cabos junto ao INMETRO.
E atualmente, como principal empresa produtora de extensões, benjamins, adaptadores e outros se orgulha de ser 100% de capital nacional com aproximadamente 200 produtos em seu catálogo, entre eles 50 certificados e com 60 funcionários
diretos e mais de 200 indiretos atuando em todo o território nacional e da América do Sul.
 
Pensando sempre no Futuro com olhos voltados à frente de tecnologias inovadoras e preservadoras do meio ambiente.
Conciliando o desenvolvimento de peças para servir seus clientes e suas necessidades da melhor maneira de viver


Missão
Distribuir produtos de qualidade, resultantes  de constante investimento em tecnologia e logística para se manter apta a atender o mercado com eficiência, custo competitivo e a qualidade de sempre.


Visão
Ser reconhecida como empresa líder do país no seguimento de produtos elétricos.


Valores
Segurança: Segurança é um princípio operacional básico, com cumprimento de todas as normas e procedimentos que visem garantir a segurança no trabalho.